Sanofi e GSK apresentam resultados de sua vacina contra a COVID-19

A Sanofi e a GlaxoSmithKline estão perto da aprovação de sua vacina contra a COVID-19, após anunciar resultados de seu ensaio clínico em fase III, que garantiu eficácia de 58% na população afetadas pelas variantes

O número de eficácia está bem abaixo das taxas de proteção de mais de 90% alcançadas pelas vacinas Pfizer-BioNTech e Moderna, mas essa comparação entre ensaios tem pouco valor, dadas as mudanças no vírus SARS-CoV-2 entre os estudos. Os testes de vacinas de mRNA ocorreram antes da disseminação de variantes preocupantes. O estudo Sanofi-GSK abrangeu um período em que as variantes delta e Ômicron eram predominantes.

“Nenhum outro estudo de eficácia global de fase 3 foi realizado durante este período com tantas variantes de preocupação, incluindo Ômicron, e esses dados de eficácia são semelhantes aos dados clínicos recentes de vacinas autorizadas”, Thomas Triomphe, vice-presidente executivo da Sanofi Vaccines, disse em um comunicado.

A Sanofi e a GSK ainda não forneceram um detalhamento completo de como a vacina resistiu a diferentes variantes, mas há sinais de que a Ômicron, uma variante conhecida por evitar parcialmente as vacinas aprovadas, reduziu a eficácia. Dados de sequenciamento precoce indicam que a vacina forneceu 77% de proteção contra a infecção sintomática Delta.

Fonte: FieceBiotech
Fonte da imagem: Pixabay

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo